UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Conheça os vencedores do Desafio Biomassa

Data: 6 de dezembro de 2018

Na tarde desta quarta-feira, 5, foi realizada no Auditório do Centro Regional de Inovação e Transferência de Tecnologia (Critt UFJF) a apresentação final do Desafio Biomassa. A equipe Briquete de Bambu foi a grande vencedora, enquanto a Biociclos e Capim Moído completaram o pódio em segundo e terceiro lugar, respectivamente.

 

CONHEÇA AS PROPOSTAS DE CADA EQUIPEWhatsApp Image 2018-12-06 at 3.26.24 PM

 

O desafio propôs aos estudantes da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) que apresentassem soluções de como aproveitar a biomassa gerada pelos serviços de poda e capina na instituição. A iniciativa contou com o apoio da Diretoria de Inovação e das Faculdades de Engenharia Ambiental, Elétrica e Mecânica. Segundo Ignácio Godinho, diretor do Critt e de Inovação da UFJF, o evento foi, oficialmente, o último grande sucesso do ano. Ignácio classifica o momento pioneiro como um piloto importante e faz planos para o próximo ano: “vamos fazer com que essas iniciativas possam alimentar a disposição para a inovação e o empreendedorismo na UFJF, contagiando professores, estudantes e TAE da Universidades, de modo a reforçar ainda mais o excelente trabalho que já está sendo realizado”.

 

A equipe Briquete de Bambu foi a primeira colocada e recebeu um prêmio de mil reais, propondo o desenvolvimento de um fogão eficiente para famílias de baixa renda, o qual utiliza um bloco denso e compacto de biomassa para substituir a lenha, além disso, o projeto prevê a elaboração de um fogão ecologicamente sustentável e responsável. De acordo com o diretor do projeto, Ítalo Oliveira, “nossa equipe ficou muito feliz com a vitória, porque pretendemos usar o prêmio para construir esses fogões e impactar a vida dessas famílias.” Ítalo ainda lembra que o grupo ainda conta com uma vaquinha online que pretende ajudar mais dezenas de famílias com a doação dos dispositivos. Para ajudar clique aqui.

 

A Biociclos foi a segunda colocada e ficou com o prêmio de 500 reais. Representando o Instituto de Ciências Biológicas (ICB), ela propôs o aproveitamento da biomassa em processos de vermicompostagem para a obtenção de Húmus, fertilizante rico em nitrogênio. “Nós buscamos impulsionar a nossa empresa júnior, Biociclos Jr., e vamos incentivar esse projeto, levando-o para frente, mesmo após o desafio”, afirma um dos membros da equipe, Jonas Nazário.

 

A terceira colocada, Capim Moído, foi premiada com 300 reais. Seus participantes propuseram o uso da biomassa para a geração de energia elétrica e/ou gás, com a construção e implantação de um biodigestor. Paulo Costa Bastos, membro da equipe, afirma que, ”a premiação é uma gratificação pelo nosso trabalho, e o reconhecimento pelo esforço iniciado por todas as equipes em maio.”

 

O Desafio Biomassa foi o último evento realizado pelo Critt em 2018 e integra uma série de iniciativas voltadas ao estímulo da inovação e do empreendedorismo no campus da UFJF realizadas ao longo do ano. Para 2019, mais ações estão sendo planejadas com o mesmo objetivo: inovar e transformar para melhor a vida da sociedade.

Compartilhe: