Clipping UFJF – 01, 02 e 03 de Dezembro de 2015

Veículo: Tribuna de Minas

Editoria: Cidade

Data: 01/12/2015

Link: http://www.tribunademinas.com.br/evento-aborda-igualdade-racial-e-questoes-agrarias/

Evento aborda igualdade racial e questões agrárias

Começa nesta quarta-feira (2) a III Semana de Igualdade Racial e Questão Agrária em Juiz de Fora. Temas polêmicos relacionados à discussão sobre a maioridade penal e a violação de direitos humanos estão na pauta do evento, que será realizado nas faculdades de Direito, Administração, Educação e Serviço Social da UFJF e no campus Juiz de Fora do IF Sudeste MG. O evento é gratuito.

A abertura será realizada com uma mesa redonda às 19h, tendo entre os debatedores representantes da UFJF e de movimentos sociais. Em seguida, haverá a apresentação dos MCs Pri Moreira, Mano Zoi, Baron De La Calle, Nezkau e RT Mallone, às 21h.

Na quinta (3), serão ministrados na UFJF os minicursos “África, bíblia e religiões de matriz africanas” e “Infância, relações étnicas raciais e a educação”, das 9h às 12h30. Já no IF Sudeste, o minicurso “É som de preto! Negritude e visibilidade cultural”, será oferecido das 14h às 18h no campus Juiz de Fora, localizado na Rua Bernardo Mascarenhas, 1283, no Bairro Fábrica.

Encerrando a programação, no dia 6, serão oferecidos os minicursos “Saúde da população negra”, “Movimento dos trabalhadores rurais sem terra- representantes do MST” e “Uma reflexão da importância histórica da influência da musica negra: jazz, blues e vozes”, das 8h às 12h30, na UFJF.

Às 19h30, ocorre a mesa de encerramento com o tema “A função social da terra e a luta dos trabalhadores nas comunidades tradicionais, quilombolas e sem terra”. Às 21h, a Banda Zé do Black encerra a programação.

Os nomes dos palestrantes, locais e outras informações sobre o evento podem ser conferidas no site http://semanadaigualdadej.wix.com.

———————————-

Veículo: Tribuna de Minas

Editoria: Cidade

Data: 01/12/2015

Link: http://www.tribunademinas.com.br/settra-altera-quadro-de-horarios-de-cinco-linhas/

Settra altera quadro de horários de cinco linhas

A partir de hoje, a Settra irá alterar o itinerário e quadro de horários de cinco linhas do transporte coletivo urbano. As linhas 511 e 512 (Dom Bosco/Borboleta) e 590 (Zona Sul/UFJF/HU-CAS) terão seus horários alterados apenas domingos e feriados. Já a linha 405 (Santa Rita/Alto Três Moinhos) terá modificações aos sábados.

A linha 743 (Toledos) terá os horários de 8h40 e 17h45 estendidos até a Fazenda Boa Vista nas segundas, quartas e sextas-feiras. Também a partir de hoje, a linha 423 (Bom Jardim) mudará seu itinerário. Ela passará a atender ao Residencial Marumbi, na Rua Celina Filgueiras Fávero, no sentido Centro/bairro, passando pelas ruas Luiz Fávero, Henrique Miranda de Sá e Celina Filgueiras Fávero, retornando pelo mesma rota.

———————————-

Veículo: Tribuna de Minas

Editoria: Política

Data: 01/12/2015

Link:http://www.tribunademinas.com.br/eleicao-do-dce-fica-para-2016/

Eleição do DCE fica para 2016

Inicialmente previstas para acontecer nesta quarta (2) e quinta-feira (3), as eleições do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFJF só vão ser realizadas no ano que vem. A informação foi confirmada pelo próprio diretório na segunda. O principal fator que contribuiu para a decisão foi a opção da UFJF pela suspensão das aulas no Campus de Governador Valadares no último dia 11, por conta da crise de abastecimento de água enfrentada no município após o rompimento da barragem da mineradora Samarco, em Mariana. Na última sexta-feira, a direção da universidade em Governador Valadares se reuniu com os representantes de alunos, docentes e técnico-administrativos e deliberou pelo retorno das atividades no dia 4 de janeiro.

Entre outros fatores, norteou a decisão o fato de o Campus de Governador Valadares ter estudantes de 179 municípios de nove unidades federativas: Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Bahia, Maranhão, Ceará, São Paulo, Goiás e Distrito Federal. Diante da opção, a comissão eleitoral do DCE irá aguardar o retorno das aulas no dia 4 de janeiro. Só então, as novas datas do processo serão definidas, já que o Campus de Juiz de Fora também entra em recesso no próximo dia 18.

Há ainda a possibilidade de o pleito ser adiado até a definição da eleição do novo reitor da UFJF, após a renúncia de Júlio Chebli no último dia 16. Conforme determina o decreto federal que regulamenta o processo de escolha dos dirigentes de instituições federais de ensino superior, a escolha deve ser realizada em até 60 dia após a definição. A expectativa é de que os docentes evitem a proximidade entre os processos, adiando ainda mais o sufrágio para definição da nova diretoria do DCE.

Há pouco mais de um ano, em novembro de 2014, o resultado das últimas eleições para a definição do diretório foram suspensas por conta de suspeitas de fraude. Um novo processo eleitoral foi deliberado para abril, mas também acabou adiado por conta das greves dos técnico-administrativos e professores.

———————————-

Veículo: Tribuna de Minas

Editoria: Política

Data: 01/12/2015

Link: http://www.tribunademinas.com.br/eduardo-barrere-assume-planejamento/

Eduardo Barrére assume Planejamento

O professor de pós-graduação em matemática e ciência da computação da UFJF, Eduardo Barrére, é o novo pró-reitor de Planejamento, Orçamento e Gestão da instituição. O cargo vinha sendo ocupado, interinamente, pelo pró-reitor de Obras, Sustentabilidade e Sistemas de Informação, Rubens Oliveira, há pouco mais de duas semanas. Antes, o titular era o professor da Faculdade de Ciências Econômicas, Alexandre Zanini, que havia sido exonerado no dia 13, a pedido, alegando razões pessoais. Barrére, que é doutor em engenharia de sistemas e computação, é também vice-diretor do Instituto de Ciências Exatas (ICE) da UFJF.

———————————-

Veículo: Tribuna de Minas

Editoria: Cidade

Data: 01/12/2015

Link: http://www.tribunademinas.com.br/ufjf-suspende-campanha-de-arrecadacao-de-agua-e-retoma-atividades-no-campus-de-gv/

UFJF suspende campanha de arrecadação de água e retoma atividades no campus de GV

Após o retorno do abastecimento de água na cidade de Governador Valadares, onde a UFJF mantém um campus avançado, a universidade suspendeu a campanha de arrecadação de água mineral que havia lançado em meados de novembro. Governador Valadares foi uma das cidades mais afetadas pelo rompimento da barragem de Bento Rodrigues, em Mariana. A captação de água do Rio Doce pelos municípios que dependem do rio ficou inviável devido à lama de rejeitos que desceu da barragem da Samarco, mineradora que pertence à Vale e à australiana BHP.

A suspensão da campanha ocorreu a pedido do Comitê Gerenciamento de Crise, do qual a UFJF faz parte, junto com a Prefeitura de Governador Valadares, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros, o Poder Judiciário, o Ministério Público, a Defesa Civil Municipal, Estadual e Federal, entre outros órgãos. Conforme a universidade, o objetivo, a partir de agora, é garantir que os produtos já arrecadados e que ainda estejam em suas cidades de origem sejam entregues nos postos da prefeitura de Governador Valadares.

Com duas campanhas “águaparaGV” e “Amor em litros”, organizadas por servidores e alunos, a UFJF arrecadou mais de 50 mil litros de água mineral, dos quais 49 mil litros já foram entregues em postos de coleta da prefeitura local.

As atividades administrativas do campus que estavam suspensas há 20 dias devido à falta d’água também foram retomadas nesta terça-feira (01). O retorno às aulas, no entanto, ocorrerá no dia 4 de janeiro, conforme decisão da direção da UFJF-GV, apoiada pela Administração Superior da UFJF.

———————————-

Veículo: G1

Editoria: Zona da Mata

Data: 01/12/2015

Link: http://g1.globo.com/mg/zona-da-mata/noticia/2015/12/veja-noticias-mais-lidas-no-g1-zona-da-mata-em-novembro.html

Veja as notícias mais lidas no G1 Zona da Mata em novembro

O recomeço da família que estava em um carro atingido pelo trem na zona rural de Alfredo Vasconcelos, no Campo das Vertentes, foi a mais notícia mais lida em novembro no G1 Zona da Mata. Cinco pessoas estavam no veículo, que sofreu pane em uma passagem em nível. Em segundo lugar, está o ônibus que caiu em uma ribanceira e deixou feridos em Juiz de Fora.

‘Recomeço’, diz mãe que ficou com filhos ao serem atingidos por trem (1º, 3º e 5º lugares)
É assim que a motorista do carro atingido pelo trem quer encarar a vida. Depois do susto, a dona de casa Maria José Cristina, de 32 anos, contou que precisou tomar uma decisão na hora do acidente: ficar no veículo com os filhos ou vê-lo ser arrastado com as crianças dentro. A motorista contou que há um ano um primo morreu no local, no mesmo dia, também atropelado por um trem. Uma idosa de 76 anos morreu no hospital.

Ônibus cai em ribanceira e deixa feridos em Juiz de Fora (2º lugar)
Um ônibus caiu em uma ribanceira e deixou feridos na noite do dia 21 de novembro no Bairro São Bernardo, em Juiz de Fora. Vinte e uma pessoas estavam no veículo.

Após duas horas de trabalho ininterrupto de içamento, o ônibus foi retirado no dia 23. Dois guinchos realizaram a remoção. Foi preciso amarrar todo o ônibus para que não houvesse risco de queda.

Contra transfobia, UFJF libera uso de banheiros por todos os gêneros (4º lugar)
A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) liberou o uso de todos os banheiros da instituição por qualquer pessoa, conforme o gênero que se identifica. A iniciativa se deu pela adoção da campanha “Libera meu xixi”, voltada ao combate da transfobia em espaços públicos.

“Estamos buscando cada vez mais o respeito à diversidade para criar um ambiente mais democrático, diverso e que respeite às diferenças. Ouvimos os setores mais conservadores e progressistas e assim conseguimos achar o meio”, disse a diretora de Ações Afirmativas, Carolina Bezerra.

Dias depois, a Câmara Municipal de Juiz de Fora aprovou uma moção de repúdio pela adesão da UFJF à campanha.

Morre adolescente que usou ‘pingo de solda’ em festa de Juiz de Fora (6º lugar)
A adolescente de 17 anos que foi internada em estado grave após consumir bebida alcoólica e usar entorpecentes na madrugada do dia 25 de outubro, no Bairro Vila Alpina, morreu na manhã do dia 3 de novembro na Casa de Saúde HTO, em Juiz de Fora.

A garota sofreu uma parada cardiorrespiratória em uma festa e foi levada para a Policlínica Regional Leste. De acordo com a Polícia Militar (PM), ela, dois amigos e uma prima disseram que usaram maconha, benzeno e bebidas alcoólicas, até que um homem ofereceu ao grupo a substância conhecida como “pingo de solda” e a adolescente não reagiu bem ao produto.

Turistas de Arantina estão desaparecidos após naufrágio no RJ (7º lugar)
Cinco moradores de Arantina estão desaparecidos após uma embarcação ter naufragado no mar de Angra dos Reis (RJ). Entre eles, está o vice-prefeito da cidade mineira, José Geraldo da Silva. Havia 13 pessoas no barco, sendo que oito delas foram resgatadas.

Outras três embarcações levavam ainda outros moradores de Bom Jardim de Minas. No total, 47 amigos estavam no local para um torneio informal de pesca entre eles.

Os sobreviventes, incluindo dois ex-vereadores, já retornaram a Arantina. Dois deles contaram como foi o acidente e como se salvaram. Segundo um amigo do vice-prefeito, era a primeira vez que ele iria pescar em alto-mar.

Doações para Mariana (8º lugar)
Cidades da Zona da Mata e do Campo das Vertentes realizaram campanhas de arrecadaçãopara ajudar as vítimas do desastre ocorrido no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, onde duas barragens de rejeitos da mineradora Samarco se romperam.

Barragem rompida em Cataguases foi desativada após acidente em 2003 (9º lugar)
Doze anos após o rompimento de uma barragem em Cataguases, a estrutura segue desativada e a Indústria Cataguases de Papel, responsável por ela, luta na Justiça para reverter a multa de R$ 50 milhões aplicada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). O processo ainda não foi julgado, de acordo com a própria indústria.

A causa do rompimento em Cataguases foi a falta de manutenção do barramento. Na época do acidente, em 2003, rejeitos industriais espalharam 900 mil metros cúbicos de um licor negro – material orgânico constituído basicamente de lignina e sódio – na Bacia Hidrográfica do Paraíba do Sul.

Suspeito de pedofilia que se passava por menina na web é preso em Santos Dumont (10º lugar)
Um homem de 45 anos foi preso suspeito de pedofilia em Santos Dumont no dia 5 de novembro. De acordo com a Polícia Civil, que já investigava o caso, ele praticava o crime na internet e foi descoberto após os pais de uma criança de 11 anos desconfiarem das conversas que ele mantinha com a garota em perfis falsos no Facebook.

———————————-

Veículo: Hoje em Dia

Editoria: Horizontes

Data: 01/12/2015

Link: http://www.hojeemdia.com.br/horizontes/novo-laudo-da-ufjf-confirma-que-agua-tratada-do-rio-doce-esta-apta-para-consumo-1.363829

Novo laudo da UFJF confirma que água tratada do rio Doce está apta para consumo

Novo parecer da Comissão Técnica Científica da Universidade Federal de Juiz de Fora – Campus Governador Valadares (UFJF-GV) confirmou que as amostras de água coletadas nas Estações de Tratamento de Água (ETAs) Centro e Santa Rita, retiradas do rio Doce, não apresentam indícios de insegurança para o consumo humano.

A informação foi divulgada nesta terça-feira (1º) pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), que recebeu o estudo na segunda-feira (30). Os laudos foram emitidos pelo laboratório Engenharia Química, Sanitária e Ambiental (Engequisa).

O parecer da UFJF-GV conclui, conforme o MPMG, que o processo de tratamento é capaz de baixar a concentração de elementos potencialmente tóxicos, removendo-os durante o processo de floculação/decantação.

No entanto, o parecer recomenda a continuidade do monitoramento da qualidade da água produzida nas ETAs, já que a composição da água do rio pode variar em virtude do clima e das chuvas.

As amostras de água e sedimentos foram coletadas nos dias 19 e 20 de novembro no rio Doce e nas Estações de Tratamento de Água (ETAs) Centro e Santa Rita. Nas amostras coletadas diretamente do rio Doce, os elementos químicos chumbo, cromo e manganês estão acima do padrão estabelecido. Também foram encontrados metais nas amostras de sedimentos e, por isso, recomenda-se cuidado com o contato direto com a lama do fundo do rio Doce.

No último dia 27, a UFJF já havia analisado as amostras de água, a pedido do MPMG e, na ocasião, concluiu que a água tratada do rio Doce estava dentro dos padrões do Ministério da Saúde.

———————————-

Veículo: Abril

Editoria: M de Mulher

Data: 01/12/2015

Link: http://mdemulher.abril.com.br/estilo-de-vida/brasil-post/ufjf-libera-banheiro-para-o-sexo-que-voce-se-identifica

UFJF libera banheiro para o sexo com que você se identifica

Na UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora) “você é livre para usar o banheiro correspondente ao gênero com que se identifica”.

Cartazes com a frase acima foram espalhados pelos banheiros da universidade, que aderiu à campanha #liberameuxixi. O objetivo é garantir a pessoas trans o acesso ao banheiro correspondente ao gênero com que se identificam.

“O principal objetivo é criar dentro da Universidade um ambiente que aceite, acolha e respeite as várias orientações, e as formas que as pessoas são e se enxergam no mundo”, disse a diretora de Ações Afirmativas da UFJF, Carolina dos Santos Bezerra.

Por enquanto, os cartazes estão sendo colados apenas no prédio da Reitoria, mas a ideia é que as unidades também façam parte do projeto.

———————————-

Veículo: Tribuna de Minas

Editoria: Cidade

Data: 02/12/2015

Link: http://www.tribunademinas.com.br/jf-recebe-forum-de-educacao-ambiental/

JF recebe fórum de educação ambiental

Juiz de Fora recebe, pela primeira vez, o 19º Fórum Regional de Educação Ambiental (ForEA), entre hoje e amanhã. O tema central do encontro, promovido pela Prefeitura, é “Inclusão e sustentabilidade na bacia dos rios Preto e Paraibuna”. Conforme a assessoria do Executivo, o objetivo das discussões é abordar e fomentar ações de conscientização ambiental, para a criação de ações positivas que melhorem a qualidade de vida e a prestação de serviços, de forma a respeitar a sustentabilidade. Nas palestras, serão discutidos temas como “Relações étnico-raciais no ambiente escolar”, “Em busca da casa sustentável” e “Crise hídrica e gestão descentralizada e participativa dos recursos hídricos”. Haverá ainda oficinas construtivas. O fórum conta com parceria de Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental da Zona da Mata, IEF, Superintendência Regional de Ensino, UFJF, Bombeiros e Polícia Militar.

———————————-

Veículo: Tribuna de Minas

Editoria: Painel

Data: 02/12/2015

Link: http://www.tribunademinas.com.br/efeito-delcidio/

Efeito Delcídio

Os impasses político e econômico se agravam por conta de fatos novos que surgem a cada avanço nas investigações. Para o cientista político Paulo Roberto Figueira, da UFJF, a prisão do senador Delcídio do Amaral abre um precedente que aumenta a imprevisibilidade dos efeitos de operações como a “Lava jato” e outras que estejam por vir. “Se por um lado isso evidencia que as instituições estão funcionando, há um efeito de curto prazo de desestabilização dos arranjos políticos no Congresso. Quem pode ser o próximo? Que efeitos isso tem nas estratégias individuais de cada parlamentar? As dúvidas colocam ainda mais incertezas no cenário.”

———————————-

Veículo: Tribuna de Minas

Editoria: Esportes

Data: 02/12/2015

Link: http://www.tribunademinas.com.br/entre-os-melhores-de-minas-gerais/

Entre os melhores de Minas Gerais

Seis representantes de Juiz de Fora serão premiados hoje, em Belo Horizonte, pelo desempenho apresentado nos Jogos de Minas Gerais e nos Jogos Escolares do estado. Em evento no Mineirão, atletas e um treinador terão o trabalho reconhecido como os melhores do ano e já colhem frutos do bom rendimento na temporada.

Premiado na modalidade atletismo, João Victor Macedo, atleta da equipe UFJF/Apogeu, não só foi campeão dos Jogos Escolares como garantiu vaga na edição sul-americana do evento, que acontece na próxima semana, em Assunção, no Paraguai. Por isso, não poderá receber o prêmio pessoalmente. “Estou muito empolgado para competir lá (Paraguai) e conhecer os outros atletas. Quero ganhar e bater meu recorde”, afirma João Victor, recordista brasileiro dos 100m com barreiras em sua categoria, com 13s99.

Outro atleta que abriu portas em 2015 foi Kassiel Carvalho, campeão do handebol nos Jogos Escolares pelo Colégio Granbery. Recebendo pela segunda vez a premiação de melhor do ano, o atleta também foi eleito nessa semana o melhor armador-esquerdo do Campeonato Mineiro, torneio em que foi campeão pela ADJF. “Me sinto muito bem. Fui convidado por um time do Piauí para jogar o Mundial Escolar na França. Só que teria de mudar para Teresina em 2016″, diz Kassiel, ainda avaliando o convite da Escola Caic Balduíno.

Representantes do Colégio Militar, Leandro e Isabella Freitas também serão premiados pelas atuações nos Jogos Escolares. O pai, como melhor treinador de xadrez, e a filha, como enxadrista de maior destaque no estado. “É gratificante em dobro por ganhar como treinador e por ver minha filha premiada”, afirma Leandro.

Outros premiados de Juiz de Fora saíram do torneio adulto. Campeão do vôlei nos Jogos de Minas Gerais com o JF Vôlei, o líbero Fábio Paes foi o destaque masculino no esporte. Já Tuany Ferreira, medalha de bronze no handebol feminino com a ADJF, também foi escolhida como a melhor do estado na temporada.

———————————-

Veículo: Tribuna de Minas

Editoria: Cidade

Data: 02/12/2015

Link: http://www.tribunademinas.com.br/resultado-do-cadastramento-escolar-esta-disponivel/

Resultado do cadastramento escolar está disponível

Já está disponível para consulta o resultado do Cadastramento Escolar 2016. Os estudantes que efetuaram o procedimento para ingresso na rede municipal de ensino podem verificar a unidade na qual foi aceito por meio do sitewww.cadastroescolarjf.caedufjf.net, no campo “Consultar resultados”. Para isso, é necessário preencher com o número de protocolo adquirido no período do cadastramento ou com o nome completo do aluno, da mãe, a data de nascimento e o sexo. Após a consulta, os pais ou responsáveis terão que efetuar a matrícula de seus filhos, a partir de 14 de dezembro, na instituição de ensino para a qual o aluno foi encaminhado. É necessário apresentação do documento de identidade dos responsáveis, cartão de vacina em dia e certidão de nascimento da criança, além do comprovante de residência.

———————————-

Veículo: Tribuna de Minas

Editoria: Cidade

Data: 02/12/2015

Link: http://www.tribunademinas.com.br/servidores-se-unem-contra-ponto-eletronico-na-ufjf/

Servidores se unem contra ponto eletrônico na UFJF

Os servidores técnico-administrativos da UFJF criaram um comitê de mobilização para contestar a recomendação do Ministério Público Federal (MPF) sobre a implantação de pontos eletrônicos na instituição. Reunidos em assembleia, nesta quarta-feira (2), os trabalhadores decidiram criar uma comissão que será composta por dois advogados para elaborar um parecer técnico e jurídico que será entregue à Reitoria, oferecendo resistência à proposição do MPF. Segundo eles, uma agenda de atos públicos também será definida em reunião nesta quinta, às 9h, a fim de pressionar a decisão da administração superior.

De acordo com o coordenador do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Instituições Federais de Ensino de Juiz de Fora (Sintufejuf), Lucas Simeão, a categoria irá defender a legitimidade da jornada de 30 horas semanais dos técnico-administrativos da instituição. “O MPF não determina, ele orienta. Existe a legitimidade das seis horas diárias no serviço público, ao contrário do que foi apresentado no documento para o reitor. Não iremos deixar de fazer resistência. A Reitoria não pode assumir isso e deve responder à recomendação do MPF. Vamos pedir uma audiência com o professor Marcos (Chein, vice-reitor no exercício da Reitoria) que já nos adiantou que chamaria a categoria para discutir qualquer medida que fosse implantada”, afirma.

A recomendação do Ministério Público foi recebida no dia 1º de dezembro pela UFJF, que tem 30 dias para apresentar um cronograma detalhado das etapas e providências administrativas necessárias para a entrada em operação de todo o sistema. No parecer, embasado pelo Decreto 1.867/1996, o órgão ainda propõe a instalação de um sistema de catracas associado ao monitoramento por meio de câmeras, com captura, gravação e armazenamento de imagens pelo prazo de, no mínimo, um ano.

A UFJF afirma estar avaliando todas as ponderações feitas pelo órgão. A instituição reforça o posicionamento de que irá manter seu diálogo com o sindicato que representa os servidores e reunir informações de natureza jurídica e administrativa sobre o assunto, a fim de subsidiar uma resposta a esta recomendação no prazo requerido.

———————————-

Veículo: Gazeta Minas

Editoria: Portal Valadares

Data: 02/12/2015

Link: http://gazetaminas.com/mp-parecer-da-ufjf-aprova-a-agua-do-saae-e-condena-a-agua-do-rio-doce/

MP – Parecer da UFJF aprova a água do Saae e condena a água do Rio Doce

O parecer elaborado da Comissão Técnica Científica da Universidade Federal de Juiz de Fora – Campus Governador Valadares (UFJF-GV) solicitado pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) quanto a analise da água tratada pelo SAAE de Governador Valadares, Vale do Rio Doce, leste mineiro, foi divulgado nesta terça-feira ((01/12/2015) como assim estava prometido pelo Laboratório de Engenharia Química, Sanitária e Ambiental (Engequisa) e que segundo os padrões do Ministério da Saúde está dentro e pode ser considerada como água potável e pode ser consumida normalmente.

Segundo os testes feitos nas amostras de água coletadas nas Estações de Tratamento de Água (ETAs) Centro e Santa Rita, nos dias 19 e 20 de novembro, segundo afirmativa dos professores da universidade os testes feitos no Laboratório de Engenharia Química, Sanitária e Ambiental (Engequisa) constatou que quanto ao processo de tratamento (floculação/decantação) que é realizado pelo SAAE Valadares esta dentro dos parâmetros admissíveis e de segurança ao consumo humano e por isso diante dos testes laboratoriais comprovou que a decantação feita é eficiente em relação a redução de concentração de elementos considerados potencialmente tóxicos, razão pela qual pode ser atestado que a água fornecida a população valadarense é potável e pode ser consumida.

Segundo afirmação do professores da Comissão Técnica Científica da Universidade Federal de Juiz de Fora – Campus Governador Valadares (UFJF-GV) solicitado pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG)  atestaram que em relação as amostras que form colhidas diretamente nas águas do Rio Doce segundo os testes do Laboratório de Engenharia Química, Sanitária e Ambiental (Engequisa) apresentaram elementos químicos alem dos padrões permitidos pelos órgãos fiscalizadores da saúde publica, tais como chumbo, cromo e manganês.

———————————-

Veículo: Tribuna de Minas

Editoria: Painel

Data: 03/12/2015

Link: http://www.tribunademinas.com.br/time-de-duque/

Time de Duque

Na lista das apostas, também já se fala na candidatura do atual diretor do Hospital Universitário, Dimas Augusto Carvalho de Araújo, nome associado ao grupo do ex-reitor Henrique Duque. Outro nome que está posto é do diretor da Faculdade de Engenharia, Hélio Antônio da Silva, que também é ligado ao ex-reitor, mas que confirma o interesse de participar do processo até de forma independente, buscando apoio nos cursos de engenharia e alguns cursos da área da saúde. O nome do ex-diretor do campus de Governador Valadares Flávio Takakura também é uma aposta para o pleito.

———————————-

Veículo: Tribuna de Minas

Editoria: Painel

Data: 03/12/2015

Link: http://www.tribunademinas.com.br/pre-candidatos-2/

Pré-candidatos

Embora o MEC ainda não tenha publicado a exoneração do ex-reitor da UFJF Júlio Chebli, no “Diário Oficial da União”, e a instituição ainda aguarde a publicação para dar início ao processo da consulta acadêmica, alguns nomes já estão sendo especulados na disputa. Segundo informações de bastidores, o processo teria pelo menos cinco propostas de chapas em discussão. Um dos nomes colocados nas listas de prováveis candidatos é do atual pró-reitor de Obras, Rubens de Oliveira, dentro do grupo que está hoje no comando da Reitoria, contando inclusive com o apoio do vice-reitor em exercício, Marcos Chein, que já descartou a candidatura. Chein se reuniu na última terça com professores e técnicos para esclarecer sobre o processo de consulta acadêmica que deverá ocorrer no prazo de 60 dias após a publicação da exoneração de Chebli.

Compartilhe: