Aluna do João XXIII conquista bronze na Olimpíada Brasileira de Matemática

sfsfs

Além da conquista da estudante do terceiro ano do ensino fundamental, outros 12 alunos do João XXIII receberam menção honrosa na competição nacional

O Colégio de Aplicação João XXIII, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), teve 13 alunos premiados na 11ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Eles concorreram com 18 milhões de inscritos de todo o Brasil, em diversos níveis. Luciana Paixão Motta, aluna do terceiro ano do Ensino Médio, ganhou medalha de bronze.

A OBMEP é promovida com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), e dirigida aos alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e aos alunos do Ensino Médio das escolas públicas municipais, estaduais e federais. A Olimpíada é dividida em duas fases. A primeira, com 20 questões de múltipla escolha, é eliminatória, e apenas os 5% melhores colocados são aprovados. Na segunda fase, as questões são abertas , o que aumenta o grau de dificuldade. As notas são classificatórias.

Esta é a terceira vez que a aluna do João XXIII participa da competição. Nas últimas edições, Luciana, que pretende cursar engenharia elétrica no futuro, já havia conquistado a menção honrosa. O desempenho, segundo ela, é fruto de dedicação e da maior afinidade com a área de Ciências Exatas. No Colégio, as inscrições aconteceram por adesão, após uma mobilização dos professores. Ao todo, 160 alunos participaram, sendo 115 do ensino fundamental e 45 do ensino médio. Do total, 17 são matriculados no Programa de Educação para Jovens e Adultos (EJA).

Apesar de ter mantido a média de participantes dos últimos anos, a quantidade de premiações para o João XXIII aumentou. Os alunos premiados com medalha já estão sendo convidados a participar do Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC-Jr) em 2016. A professora Cláudia Tavares Barbosa explica que o objetivo da Olimpíada é estimular o gosto pela Matemática. “Nesse sentido, a Olimpíada abre, no Colégio, um espaço para os alunos que gostam de pensar matematicamente e desejam ampliar seus conhecimentos e habilidades na área. Além disso, aqueles com bom desempenho têm a oportunidade de ganhar bolsa de estudo. Muitos desejam ter essa chance, além de se tornarem medalhistas”, diz.

Além da medalha de bronze de Luciana, outros 12 alunos foram premiados com menção honrosa: André Moreira Horta Garcia, Marco Aurélio Bertholini Marques, Oruan dos Santos Bezerra Perez, Vitória Dutra Zacanela, Gabriel de Faria Salles, João Frederico Vitorino Chaves, Lívia Gabetto Nascimento, Maria Fernanda Rodrigues Guimarães, Thiago Bernardo dos Reis Melo, Luigi Hotz Bronzato, Natalia de Paula Lima Batista e Natasha Silva Mayrink.

Compartilhe: