UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Planejando a Execução de um Projeto

Você está em: Textos e Vídeos > Planejando a Execução de um Projeto

No contexto atual, em que as empresas precisam ter desempenho e qualidade cada vez mais superiores para atender seus clientes e conquistar o mercado, o planejamento se torna um grande aliado. Através dele, consegue-se de forma mais organizada auxiliar o desenvolvimento dos projetos e o crescimento de uma empresa.

O planejamento permite que a empresa e seus funcionários saibam em que e para que estão trabalhando, os objetivos a serem alcançados e o que fazer para isso. Dessa forma, o planejamento proporciona o conhecimento do que será necessário para realizar determinado projeto, com relação ao tempo que será gasto, o custo, as estratégias que poderão ser adotadas e os riscos que poderão ser encontrados, a fim de alcançar um melhor resultado e minimizar os riscos.

Para se conseguir esses resultados é necessário que o planejamento aborde o maior número de informações possíveis de todo o andamento do processo, como por exemplo, o tempo que se tem para executá-lo, os materiais que serão necessários, o tipo de mão-de-obra e em que quantidade, dentre outras coisas. Além de estipular todos esses aspectos e variáveis antes que o projeto se inicie, durante sua execução é de extrema importância verificar se ele tem caminhado como o planejado. Caso se perceba que não, é de suma importância procurar saber o motivo disto estar acontecendo, para que dessa forma seja possível refazer o planejamento, corrigir os erros e problemas ao longo do processo, sem precisar esperar que ele se finalize para perceber o que não deu certo.

Percebe-se, portanto, que mesmo que todos esses cuidados sejam tomados durante um planejamento, este não elimina a ocorrência de imprevistos ou problemas durante o processo, mas permite, na presença destes, que se encontre mais fácil e rapidamente as soluções e que, assim, se consiga realocar matérias-primas e mão-de-obra para reorganizar o processo. Dessa forma, acredita-se que o planejamento deva ser visto como uma etapa obrigatória e inicial de qualquer projeto a ser executado, a fim de minimizar os riscos e consequentes prejuízos financeiros e de relacionamento com os clientes.

Outro aspecto importante a se considerar é que o planejamento é uma etapa inicial, mas não exclui possíveis revisões que possam vir a ser necessárias depois que o projeto já teve início. Para isso é preciso perceber que ele não é rígido e que se deve estar sensível e sempre atento às necessidades de mudanças que ele possa demandar, a fim de conseguir visualizar como o projeto tem caminhado realmente.

Se o planejamento for entendido dessa maneira e feito com a atenção e dedicação necessárias, torna-se o passo inicial para que a empresa consiga executar seus projetos com a qualidade que lhe é exigida e, dessa forma, alcançar o sucesso, além de conseguir cada vez mais atender seus clientes e conquistar o mercado.